Um lindo dia, céu azul e coisa e tal
Viajando no Eugênio, na Lagoa, na moral
Eu vou comendo à vontade, eu vou jogando carteado
Eu faço a boa no velho, ah coitado
Tomo aulas de dança no salão
Eu me bronzeio no Sol de verão
Sei que sereia é sereia
E que piranha é piranha
Mas no fundo da rede a gente sempre se engana

Escalas tropicais
Belas e naturais
Escalas tropicais
Belas e naturais

Afunda nega afunda, nega faz assim com a bunda, ah
Não tenho nada mas eu posso até me endividar
Ou põe na conta do Eugênio, um grande amigo que eu tenho
Mora aqui no navio, 'tava aqui você não viu?

Me jogaram na Lagoa todo mundo percebeu
Mas os caras do lagoa são tudo amigo meu
Ligo sempre a cobrar pra casa do Tadeu
Alô, qualé Tadeu, qual é Tadeu
Hu ha hu ha hu ha hu ha hu ha

Escalas tropicais
Belas e naturais
Escalas tropicais
Belas e naturais

Fala, Chorão, mais sabor
Gato, corre, solta o beija-flor, come on

Escalas tropicais
Belas e naturais
Escalas tropicais
Belas e naturais
Hu ha hu ha

Escalas tropicais
Belas e naturais
Escalas tropicais
Belas e naturais


Lyrics submitted by MetalKronic

Escalas Tropicais Lyrics as written by Luiz Antonio Tadeu Eliezer Alexandre Magno Abrao

Lyrics © Sony/ATV Music Publishing LLC

Lyrics powered by LyricFind

Escalas Tropicais song meanings
Add Your Thoughts

0 Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top