Eu 'tava ali
Ela também, ela também estava ali
'Tava parada e olhando para mim
A conversar com um chegado bem do meu lado
Me encorajando a chegar junto dela
Fala pra ela sobre a minha intenção
Antes que esqueça pois pirei meu cabeção
Eu vou me levantar
Vou lá onde ela está
Fala pra ela

Um rosto lindo e um sorriso encantador
E um jeitinho de falar que me pirou, que me pirou o cabeção
Um rosto lindo e um sorriso encantador
E um jeitinho de falar que me pirou, que me pirou o cabeção
Que me pirou

Que ela era show
E o piercing dela refletia a luz do Sol
Os olhos dela me indicavam a direção
Cabelo ao vento
Meus olhos sempre atentos aos seus movimentos
Que piração

Acho que é hora de uma aproximação
De um diálogo sobre esta condição
Dessa história de pirar meu cabeção
Meu cabeção

Um rosto lindo e um sorriso encantador
E um jeitinho de falar que me pirou, que me pirou o cabeção
Um rosto lindo e um sorriso encantador
E um jeitinho de falar que me pirou, que me pirou o cabeção
Que me pirou

O piercing dela refletia a luz do Sol
Os olhos dela me indicavam a direção
Cabelo ao vento
Meus olhos sempre atentos aos seus movimentos
Que piração

Acho que é hora de uma aproximação
De um diálogo se houvesse a condição
Dessa história de pirar meu cabeção

Um rosto lindo e um sorriso encantador
E um jeitinho de falar que me pirou, que me pirou o cabeção
Um rosto lindo e um sorriso encantador
E um jeitinho de falar que me pirou, que me pirou o cabeção
Que me pirou


Lyrics submitted by defubuskorn

"A Cera" as written by Jucian Carlos Franklin Roosevelt

Lyrics © Universal Music Publishing Group

Lyrics powered by LyricFind

Cera song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top