"Condição Humana" as written by and Guilherme Arantes....
Às vezes vem um calafrio em mim
Alguma reportagem
Duma terra enlouquecida assim
Perigosa mãe
Condição humana em mutação
Nos erros mais antigos
Muita vaidade e luxo em vão
Medos sempre iguais
Que nos tornam guardiões do Mal
Seres primitivos
No poder uma pulsão fatal
E tudo por prazer

À noite se ilumina
O Planeta Azul
Um mundo tão bonito e frágil
Nosso tempo é ilusão
Não chegou nenhum sinal do Caos
Vida inteligente
A desafiar as leis e os céus
Por enquanto, sós
Disputamos mil revelações
Pra encher nosso vazio
Bugigangas e superstições
De prazer e calafrio


Lyrics submitted by SongMeanings

"Condição Humana" as written by Guilherme Arantes

Lyrics © Sony/ATV Music Publishing LLC

Lyrics powered by LyricFind

Condição Humana song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain