"Meu Querido, Meu Velho, Meu Amigo" as written by and Roberto Carlos Erasmo Carlos....
Esses seus cabelos brancos, bonitos
Esse olhar cansado, profundo
Dizendo-me coisas num grito
E ensinando-me tanto do mundo

E esses passos lentos de agora
Caminhando sempre comigo
Já correram tanto na vida
Meu querido, meu velho, meu amigo

Sua vida cheia de histórias
Essas rugas marcadas pelo tempo
Lembranças de antigas vitórias
Ou lágrimas choradas ao vento

Sua voz macia me acalma
E diz muito mais do que eu digo
E calando fundo na alma
Meu querido, meu velho, meu amigo

Seu passado vive presente
Mas as experiências contidas
Nesse coração consciente
Da beleza das coisas da vida

Seu sorriso franco me anima
Seu conselho certo me ensina
Beijo suas mãos e lhe digo
Meu querido, meu velho, meu amigo

Eu já lhe falei de tudo
Mas tudo isso é pouco
Diante do que eu sinto
Olhando seus cabelos tão bonitos
Beijo suas mãos e digo
Meu querido, meu velho, meu amigo

Olhando seus cabelos tão bonitos
Beijo suas mãos e digo
Meu querido, meu velho, meu amigo

Olhando seus cabelos tão bonitos
Beijo suas mãos e digo
Meu querido, meu velho, meu amigo


Lyrics submitted by SongMeanings

"Meu Querido, Meu Velho, Meu Amigo" as written by Roberto Carlos Erasmo Carlos

Lyrics © Sony/ATV Music Publishing LLC

Lyrics powered by LyricFind

Meu Querido, Meu Velho, Meu Amigo song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain