"Oiça lá Ó Senhor Vinho" as written by and Alberto Failho Janes....
Oiça lá ó senhor vinho,
Vai responder-me, mas com franqueza:
Porque é que tira toda a firmeza
A quem encontra no seu caminho?

Lá por beber um copinho a mais
Até pessoas pacatas,
Amigo vinho, em desalinho
Vossa mercê faz andar de gatas!

É mau procedimento
E há intenção naquilo que faz
Entra-se em desequilíbrio,
Não há equilíbrio que seja capaz

As leis da Física falham
E a vertical de qualquer lugar
Oscila sem se deter
E deixa de ser perpendicular

"Eu já fui", responde o vinho,
"A folha solta a bailar ao vento,
Fui raio de sol no firmamento
Que trouxe à uva, doce carinho

Ainda guardo o calor do sol
E assim eu até dou vida,
Aumento o valor seja de quem for
Na boa conta, peso e medida

E só faço mal a quem
Me julga ninguém
E faz pouco de mim
Quem me trata como água
É ofensa, pago-a!
Eu cá sou assim"

Vossa mercê tem razão
E é ingratidão
Falar mal do vinho
E a provar o que digo
Vamos, meu amigo,
A mais um copinho!

"Eu já fui", responde o vinho,
"A folha solta a bailar ao vento,
Fui raio de sol no firmamento
Que trouxe à uva, doce carinho

Ainda guardo o calor do sol
E assim eu até dou vida,
Aumento o valor seja de quem for
Na boa conta, peso e medida

E só faço mal a quem
Me julga ninguém
E faz pouco de mim
Quem me trata como água
É ofensa, pago-a!
Eu cá sou assim"

Vossa mercê tem razão
E é ingratidão
Falar mal do vinho
E a provar o que digo
Vamos, meu amigo,
A mais um copinho!


Lyrics submitted by SongMeanings

"Oiça lá Ó Senhor Vinho" as written by Alberto Failho Janes

Lyrics © S.P.A.(SOCIEDADE PORTUGUESA DE AUTORES)

Lyrics powered by LyricFind

Oiça lá Ó Senhor Vinho song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain