Comprei uma garrafa de Casal Garcia
Para beber mais a Maria
Preparamos uma festa
Hoje é noite de folia

Já temos fados e guitarradas
Temos vinho e sardinhadas
E a Sandra com o seu acordeão
Dá os acordes no refrão

Venham daí rapaziada
Começa a festa não tarda nada
E esta noite é sempre a abrir
Porque pra o ano
Ainda está pra vir

Já só do vinho
Temos parodia
E a banda toca uma rapsódia
Berra o fadista, de cima do palanco
Eu só quero que me saia branco

É copo cheio e siga a dança
E até os velhos esquecem a pança
E o bairro está todo em alvoroço
Está tudo grosso, está tudo grosso

Venham daí rapaziada
Começa a festa não tarda nada
E esta noite é sempre a abrir
Porque pra o ano
Ainda está pra vir

Anima a festa pela madrugada
Chega a policia para dançar a lambada
Grandes alhadas e grandes ramboias
Já há tourada e belas bóias

Só fico eu, mais a Maria
Com a garrafa de Casal Garcia
E a Sandra com o seu acordeão
Dá os acordes no refrão

Venham daí rapaziada
Começa a festa não tarda nada
E esta noite é sempre a abrir
Porque pro ano
Ainda está pra vir


Lyrics submitted by SongMeanings

Festa song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain