"Jardins Da Babilônia" as written by and Luiz Antonio Marcuci Carbone Luiz Carbone....
Suspenderam
Os Jardins da Babilônia
Eu pra não ficar por baixo
Resolvi!
Botar as asas pra fora
Porque!

"Quem não chora dali
Não mama daqui"
Diz o ditado
Quem pode, pode
Deixa os acomodados
Que se incomodem.

Minha saúde não é de ferro não
Mas meus nervos são de aço
Pra pedir silêncio eu berro
Pra fazer barulho
Eu mesma faço
Ou não!

Pegar fogo
Nunca foi atração de circo
Mas de qualquer maneira
Pode ser!
Um caloroso espetáculo
Então!

O palhaço ri dali
O povo chora daqui
E o show não pára
E apesar dos pesares do mundo
Vou segurar essa barra

Minha saúde não é de ferro
Não é não!
Mas meus nervos são de aço
Pra pedir silêncio eu berro
Pra fazer barulho
Eu mesma faço
Ou não!

Minha saúde não é de ferro
Não é não!
Mas meus nervos são de aço
Pra pedir silêncio eu berro
Pra fazer barulho
Eu mesma faço.

Suspenderam
Os Jardins da Babilônia
Eu pra não ficar por baixo
Resolvi!
Botar as asas pra fora
Porque!

"Quem não chora dali
Não mama daqui"
Diz o ditado
ÊH êh êh êh!
Quem pode, pode
Deixa os acomodados
Que se incomodem


Lyrics submitted by SongMeanings

"Jardins Da Babilônia" as written by Luiz Antonio Marcuci Carbone Luiz Carbone

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

Jardins Da Babilônia song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain