"Que Moça É Essa" as written by and Aparecida De Faaparecida De Fatima Leao De ; Moraesima Moraes....
Que folha é essa que o vento carrega
É carta anônima que o tempo entrega
É giro contínuo de roda gigante
Paixão sem sujeito, traição sem amante
Que moça é essa que o sonho idolatra
É boca sem beijo é saudade que mata
É rastro que esconde atrás da poeira
É rosa que nasce, que enfeita e não cheira

Deixa, que a água passe embaixo da ponte
A timidez do sol atrás do horizonte
Que a terra em silêncio fotografe a lua
Deixa, o sangue feito água mineral na veia
Aranha é pequena e o homem teme a teia
Eu temo em sentir um dia a falta sua

Que folha é essa que o vento carrega
É carta anônima que o tempo entrega
É giro contínuo de roda gigante
Paixão sem sujeito, traição sem amante
Que moça é essa que o sonho idolatra
É boca sem beijo é saudade que mata
É rastro que esconde atrás da poeira
É rosa que nasce, que enfeita e não cheira

Deixa, que a água passe embaixo da ponte
A timidez do sol atrás do horizonte
Que a terra em silêncio fotografe a lua
Deixa, o sangue feito água mineral na veia
Aranha é pequena e o homem teme a teia
Eu temo em sentir um dia a falta sua

Deixa, que a água passe embaixo da ponte
A timidez do sol atrás do horizonte
Que a terra em silêncio fotografe a lua
Deixa, o sangue feito água mineral na veia
Aranha é pequena e o homem teme a teia
Eu temo em sentir um dia a falta sua


Lyrics submitted by SongMeanings

"Que Moça É Essa" as written by Aparecida De Faaparecida De Fatima Leao De ; Moraesima Moraes

Lyrics © Sony/ATV Music Publishing LLC

Lyrics powered by LyricFind

Que Moça É Essa song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain