Tenho uma bola de chumbo
Presa na minha garganta
Até gelou os meus sentidos
E a minha voz já não canta

Medo colado ao futuro
Paralisante malvado
Trôpego meu palpitar
Quer liberdade o seu fado

Tenho uma bola de chumbo
Um nó nas minhas vontades
Atropelou-me o momento
Ameaçou crueldades

Quem sabe até se devia
Partir de braços abertos
Para os teus braços pesados
Quem sabe até se são certos

Numa explosão de palavras
Este poema, meu soro
E chega cheio de angústia
Cá finalmente o meu choro

Corre o meu leito de dor
A cada lágrima grossa
Juntas dissolvem o chumbo
Dou graças à vida vossa


Lyrics submitted by JucaOPastor

Bola de Chumbo song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain