O sol bate no goraz
Nas sardinhas, nos legumes
As laranjas e as maçãs
Enchem o ar de perfumes

Torna-se duro o inverno
Logo p´la manhã vem
O aconchego terno
Do velho xaile de lã

A ponte é uma passagem - p´rá outra margem
A ponte é uma passagem - p´rá outra margem
Desafio pairando sobre o rio - a ponte é uma miragem...

Nas tasquinhas decoradas
Curte-se o chique burguês
Comem-se boas dobradas
Ostenta-se a embriaguez

Há um navio fantasma
Na voz de uma peixeira
E um velhote com asma
Mente à própria ribeira

A ponte é uma passagem - p´rá outra margem
A ponte é uma passagem - p´rá outra margem
Desafio pairando sobre o rio - a ponte é uma miragem...

A ponte é uma passagem - p´rá outra margem
A ponte é uma passagem - p´rá outra margem
A ponte é uma passagem - a ponte é uma miragem...


Lyrics submitted by JucaOPastor

Ribeira song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain