"O Homem Cinza" as written by and Jose Fernando Gomes Dos Reis....
Ontem quando saí de casa quase que não acreditei
Minha pele foi escurecendo até ficar completamente cinza
Agora quando ando pelas ruas eu precìso tomar cuidado
O sol não me machuca
É um instante que me basta para ficar bronzeado
Você não é mais o mesmo, eu digo "Sou!"
Você não é mais o mesmo
Tomei muito sal de prata pra curar minha bronquite
De cinza minha pele fica verde azulada
Quem quiser acreditar acredite
Agora quando ando pelas ruas eu preciso tomar cuidado
Policia se me pede os documentos diz logo "algo está errado"
Vocã não é mais o mesmo, eu digo "Sou!"
Você não é mais o mesmo
Desde pequeno trabalho numa plantação de uva
Hoje veneno é para mim mais limpo que água de chuva
Você não é mais o mesmo, eu digo "Não!"
Você não é mais o mesmo
Estou me acostumando com a cor da minha pele
Eu acho verde mais bonito
Mas quando estou nervoso minha cara fica branca
E eu me sinto esquisito
Agora quando ando pelas ruas eu preciso tomar cuìdado
Se vejo um cara branco ou amarelo eu acho que é ele quem está errado
Você não é mais o mesmo, eu digo "Não!"
Você não é mais o mesmo



Lyrics submitted by SongMeanings

"O Homem Cinza" as written by Jose Fernando Gomes Dos Reis

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

O Homem Cinza song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain