"Flores" as written by Antonio Bellotto, Paulo Miklos, Charles Gavin and Sergio Affonso....
Olhei até ficar cansado
De ver meus olhos no espelho
Chorei por ter despedaçado
As flores que estão no canteiro
Os pulsos os punhos cortados
O resto do meu corpo inteiro
Há flores cobrindo o telhado
E embaixo do meu travesseiro
Há flores por todos os lados
Há flores em tudo o que eu vejo
A dor vai curar essas lástimas
O soro tem gosto de lágrimas
As flores tem cheiro de morte
A dor vai fechar esses cortes
Flores
Flores
As flores de plástico não morrem

Olhei até ficar cansado
De ver meus olhos no espelho
Chorei por ter despedaçado
As flores que estão no canteiro
Os pulsos os punhos cortados
O resto do meu corpo inteiro
Há flores cobrindo o telhado
E embaixo do meu travesseiro
Há flores por todos os lados
Há flores em tudo o que eu vejo
A dor vai curar essas lástimas
O soro tem gosto de lágrimas
As flores tem cheiro de morte
A dor vai fechar esses cortes
Flores
Flores
As flores de plástico não morrem


Lyrics submitted by SongMeanings

"Flores" as written by Antonio Carlos Liberalli Bellotto Antonio Bellotto

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

Flores song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain