"Mais" as written by and Arnaldo Jose Lima/preto Santos....
É sempre frio
É tão estranho
Podia ser perfeito, mas foi quebrado
Caindo no vazio
Do lado errado
Não há nada que eu possa fazer
A não ser sair sem destino
Cantando o novo hino dos descontentes

Eu sempre quero mais que ontem
Eu sempre quero mais que hoje
Eu sempre quero mais do que eu posso ter

Agora é cinza
Imprevisível
Podia ser pior e remendado
É Impossível
Descontrolado
Não há nada que eu queira dizer
A não ser, saia sem destino
Cantando o novo hino dos descontentes

Eu sempre quero mais que ontem
Eu sempre quero mais que hoje
Eu sempre quero mais do que eu posso ter

Mais do que palavras
Mais do que promessas
Mais do que o mundo pode me dar

Eu quero sempre mais que ontem
Eu quero sempre mais que hoje
Eu quero sempre mais do que eu posso ter

Eu sempre quero mais que ontem
Eu sempre mais quero que hoje
Eu sempre quero mais do que eu posso ter

Eu quero sempre mais
Eu quero sempre mais
Eu quero sempre mais do que eu posso ter


Lyrics submitted by SongMeanings

"Mais" as written by Fernando Preto Arnaldo Jose Lima Santos

Lyrics © EMI Music Publishing, Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

Mais song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain