"Já Mandei Botar Dendê" as written by Jesse Gomes Da Silva Filho, Arlindo Domingos Da Cruz Filho and Mauricio Da Silva Quintao....
Bota dendê no meu caruru
Bota dendê no meu vatapá

Eu quero ver o caldeirão ferver
Põe pimenta pra arder
Já mandei botar dendê

Já mandei botar dendê
Pra dar gosto no tempero
Já mandei botar dendê
Pro sabor bailar no cheiro
Bota, se não eu não vou comer
Eu não quero me aborrecer
Já mandei botar dendê

Faça o favor de me obedecer
Se não brigo com você
Já mandei botar dendê

Sinto saudade da comida de sinhá
Que jamais deixou de usar
Dendê pra dar bom paladar
É na moqueca, é no bobó, é no xinxim
Bota um pouco mais pra mim
Tempero sem dendê, não dá

O tempero é gostoso, vem ver
É gostoso demais, pode crer
Vem comigo sentir o prazer
De provar do dendê


Lyrics submitted by SongMeanings

"Já Mandei Botar Dendê" as written by Jesse Gomes Da Silva Filho Arlindo Domingos Da Cruz Filho

Lyrics © Universal Music Publishing Group

Lyrics powered by LyricFind

Já Mandei Botar Dendê song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain