"Sua Impossivel Chance" as written by and Jose Fernando Gomes Dos Reis....
Só sorriu depois
Do que chorou na véspera
Com a mão na testa
Os olhos enxugou
Sabe que sorrir é bom
E quem não detesta
Sofrer a espera
De quem sempre amou
Há sempre
A pequena chance
Do impossível rolar
Soterrar o mundo inteiro
Com um avalanche
Só pra que possa sobrar
Apenas eu e você
Bastaria pra que todo o mundo
Houvesse em qualquer lugar

Só sorriu depois
Do que chorou na véspera
Com a mão na testa
Os olhos enxugou
Sabe que sorrir é bom
E quem não detesta
Sofrer a espera
De quem sempre amou
Há sempre
A pequena chance
Do impossível rolar
Soterrar o mundo inteiro
Com um avalanche
Só pra que possa sobrar
Apenas eu e você
Bastaria pra que todo o mundo
Houvesse em qualquer lugar


Lyrics submitted by SongMeanings

"Sua Impossivel Chance" as written by Jose Fernando Gomes Dos Reis Jose Reis

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

Sua Impossivel Chance song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain