"O Vacilao" as written by and Paulo Roberto Da Rocha/garrido Gama....
Tu pensas que és malandro
Que malandro é esse que apanha para viver?
A tua sorte é que a galera ainda gosta de você

Acerte teus passos que é para
O corpo nao ir ao chão
Prá não se arrepender não, não
A sorte é lançada quando se entra na parada
Erga os braços e abra os olhos
Para não se machucar
Então escreva sua história para um final feliz
Privilegie o personagem principal

Essa é pro vacilão, pro vacilão, podes crer
Vou mandar pro vacilão, pro vacilão, podes crer
Letra pro vacilão, pro vacilão, podes crer
Vou mandar pro vacilão,
pro vacilão, podes crer

Tu pensas que és malandro
Que malandro é esse que apanha para viver?
A tua sorte é que a galera ainda gosta de você
Prá chegar ao fim da trama,
Entra então a força motriz
Aí. então você vê a malandragem que é saber viver
E, malandragem é saber viver
Se antenar terá sagacidade
Alguma coisa de bom no fundo
Te resta, podes crer, amizade

Então escreva sua história para um final feliz
Privilegie o personagem principal


Lyrics submitted by SongMeanings

"O Vacilao" as written by

Lyrics © Sony/ATV Music Publishing LLC, Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

O Vacilao song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain