"Marginal Tiete" as written by and Francisco Eduardo/de Alvarenga Amaral....
Samuel Rosa / Chico Amaral
Jatos e carros voam sobre o canal
Farsabtes garças esparsas na imundíce geral
Tudo legal nas alturas, parece
Como parece impossível dar um jeito no lixo
Mulheres querem amor e poder
E os homens querem somente aquilo que é irreal
Tudo normal nas cabeças, parece
Como pareçe tranqüilo ser fiel a alguém
É fácil dar trabalho, casa e comida
Até dinheiro ou crédito, se você quer saber
Tudo legal com os meios, parece
E parecia tão óbvio manter a vista intacta
Não é possível que isto seja o final
Não é possível que exista o provisório eterno
Tudo legal no inferno, parece
Como parece tão simples vestir a roupa e sair
Mas não existe megabyte para uma vontade
E a gente nunca quer nada fácil



Lyrics submitted by SongMeanings

"Marginal Tiete" as written by Francisco Eduardo Fa Amaral Samuel Rosa De Alvarenga

Lyrics © EMI Music Publishing, Sony/ATV Music Publishing LLC

Lyrics powered by LyricFind

Marginal Tiete song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain