"Menina Veneno" as written by and Bernardo Vilhena Ritchie....
Meia noite no meu quarto, ela vai subir
Eu ouço passos na escada, vejo a porta abrir
O abajur cor de carne, o lençol azul
Cortinas de seda, o seu corpo nu

Menina veneno o mundo é pequeno demais pra nós dois
Em toda cama que eu durmo só dá você
Só da você, só dá você iê iê iê iê

Seus olhos verdes no espelho brilham para mim
Seu corpo inteiro é um prazer do princípio ao sim
Sozinho no meu quarto eu acordo sem você
Fico falando pras paredes até anoitecer

Menina veneno você tem um jeito sereno de ser
E toda noite no meu quarto vem me entorpecer
Me entorpecer, me entorpecer iê iê iê iê

Menina veneno o mundo é pequeno demais pra nós dois
Em toda cama que eu durmo só dá você
Só da você, só dá você iê iê iê iê

Meia noite no meu quarto ela vai surgir
Eu ouço passos na escada, eu vejo a porta abrir
Você vem não sei de onde, eu sei, vem me amar
Eu não sei qual o seu nome, mas nem preciso chamar

Menina veneno você tem um jeito sereno de ser
E toda noite no meu quarto vem me entorpecer
Me entorpecer, me entorpecer iê iê iê iê

Menina veneno
Menina veneno (iê iê iê iê)
Menina veneno
Menina veneno (iê iê iê iê)
Menina veneno (menina veneno)
Menina veneno (iê iê iê iê)
Menina veneno
Menina veneno (vem me entorpecer)
Menina veneno
Menina veneno (iê iê iê iê)
Menina veneno
Menina veneno (iê iê iê iê)
Menina veneno
Menina veneno


Lyrics submitted by annazoff

"Menina Veneno" as written by Bernardo Vilhena Ritchie

Lyrics © Sony/ATV Music Publishing LLC

Lyrics powered by LyricFind

Menina Veneno song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain