"Me sento na rua" as written by Vanessa Sigiane Da Mata Ferreira and Ana Carolina Souza....
Me sento na rua em frente as horas
Como a qualquer hora
Assim mesmo eu sou
Sou de qualquer jeito nem tudo eu respeito
Pra onde for o vento eu vou

Pano de mesa pano de chão
Numa metrópole rasgada
Sou filho do nada costurada em meio-fio
Desfilando pela calçada
Todos num vão
Cheios de vazio
Divagando na estação
Mas nem tão devegar
Saí com tanta pressa
Que larguei meu anjo da guarda por lá

Acabou a pilha da rádio fm de tanto meu ouvido tocar
Perambulando na surdina eu queria te encontrar
Tô cercada de vizinhos e cada um sabe um lado meu
Todos tantos um só nenhum
Fui me compondo todos eu
Se você ainda quiser saber como eu sou
Me encontrar pode me procurar


Lyrics submitted by annazoff

"Me Sento Na Rua" as written by Vanessa Sigiane Da Mata Ferreira Ana Carolina Souza

Lyrics © Universal Music Publishing Group

Lyrics powered by LyricFind

Me sento na rua song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain