Ai, tristeza
Eu jurei nunca mais cantar o fado
Foi por amor que o calei
Por amor ao meu namorado

Que o fado é mau
Corrompe a alma com demónios, majericos
Santo Antónios, amores vagos e episódios de faca e alguidar
Ainda pra mais é um negócio de direita
Que esta malta aproveita para se vangloriar

"Fica aí no teu cantinho"
Diz-me assim, com carinho
"Meu amor, pra não cantar"
Meu amor, mas o destino não se roga e fez ouvidos moucos ao que fiz jurar
Aqui me tens a confessar
Foi apenas o destino, que é cruel e pequenino
E nos quis vir separar

Ai, tristeza
Podem ver, quebrada aqui já a promessa
E esta voz canta a doer
Sem fado nem amor, que resta?

O fado não é mau
N~eo é um crime ou um defeito
É um emaranhado de cordões que nos entrelaça o peito
E precisa de ser solto
Corre o risco de sufoco quem prende o fado na voz
E anda ali com aqueles nós a apertarem a garganta
É mais rico quem o canta
Pobre quem lhe dá prisões
Tu e eu não somos dois
Meu amor, tens de pensar que isto é pegar ou largar
São estas as condições:
Tu e eu e as canções
Um peito que canta o fado tem sempre dois corações


Lyrics submitted by azeitona

O Fado Não é Mau song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain