Ai, contado ninguém acredita
Quando eu vou na procissão, não há moça mais bonita

Ai, contado ninguém acredita
Vão os santos pelo chão e eu no andor da santinha

Que é milagre, diz quem sabe
Eu não sei
Mas até a virgem mão me gabou a casaquinha

Que é milagre, diz quem sabe
Eu não sei
De tão bela até ganhei um altar na capelinha

Ó, mas ainda não sou deus pra reinar nos olhos teus
Que veneram o divino
E eu, tão bela e imaculada
Só não sou idolatra por quem eu mais admiro

Ai, contado ninguém acredita
Quando eu vou na procissão, até o menino assobia

Ai, contado ninguém acredita
Os homens em multidão fazem a mim romaria

Que é milagre, diz quem sabe
Eu não sei
Se é das unhas que pintei
Se é da luz que me alumia

Que é milagre, diz quem sabe
Eu não sei
Todos dizem que o meu bem lhes dá mais sentido à vida

Ó, mas ainda não sou deus pra reinar nos olhos teus
Que veneram o divino
E eu, tão bela e imaculada
Só não sou idolatra por quem eu mais admiro


Lyrics submitted by azeitona

Contado Ninguém Acredita song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain