Dizem que é mau, que faz e acontece
Arma confusão e o diabo a sete
Agarrem-me que eu vou-me a ele, nem sei o que faço
Desgranho os cabelos, esborrato os lábios

Se não me seguram dou-lhe forte e feio
Beijinhos na boca, arrepios no peito
E pagas as favas, eu digo:
Enfim, ó, meu rapazinho, és fraco pra mim

De peito feito ele ginga o passo
Arregaça as mangas e escarra pro lado
Anda lá, ó, meu cobardolas, vem cá mano a mano
Eu faço e aconteço
Eu posso, eu mando

Se não me seguram dou-lhe forte e feio
Beijinhos na boca, arrepios no peito
E pagas as favas, eu digo:
Enfim, ó, meu rapazinho, sou tão má pra ti

Ó, meu rapazinho, ai, eu digo assim:
Se não me seguram dou cabo de ti


Lyrics submitted by azeitona

Fado Toninho song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain