"Seres Alados" as written by and Jose (neto) Ramalho....
Não mais estaremos calados
Como seres alados
Que voam no silêncio
Da sua solidão
Queremos que venha da força
A maior ventania
A final poesia
Que ninguém mais cantou
E não importa
Se não há muito
O que falar da minha
Nem há dados do que passou
E não importa se não há sombra
Que apague o movimento
Da luz dentro do cantor
Reinados do seu amor

Não passa de um tempo tomado
Como simples anúncio
Das cabeças que pensam
Alcançar o poder
Poder é saber da criança
Da saúde do velho
Das mulheres famintas
Com tantos pra criar

E não importa
Se não há muito
O que falar da minha
Nem há dados do que passou
E não importa se não há sombra
Que apague o movimento
Da luz dentro do cantor
Reinados do seu amor



Lyrics submitted by VampedVixen

Seres Alados song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain