Saio na rua e olho as meninas
Fecho os olhos e vejo as suas vaginas
Gosto de depilada, pelada ou peluda
Desde que você gema feito vagabunda
Não uso maquiagem, isso é coisa de bicha
Aliás, as bibas são todas minhas amigas
Me apresentam pra todas as suas conhecidas
Aos poucos vou pegando uma a uma da sua lista

Cabelo curto, camisa e bermuda
Andar sem ginga, puta barriguda
Pra fazer volume uma meia na calcinha
O pior de tudo é que nunca TO sozinha

Cássia Eller não era pário pra mim não
Esse é o funk da biscate caminhão
vange Leonel não é pário pra mim não
Esse é o funk da biscate caminhão

Gosto das loiras e das morenas
Gosto também de ruiva e japonesa
Patricinha, roqueira ou maconheira
Metida a inteligente ou tansa, tá beleza
O que importa é mesmo ser mulher
Já chego xavecando cê sabe como é
Se é hetero, não ligo vou passando a mão
Às vezes é mini lesbian atrás de diversão

Na balada te pago uma cerveja
Te elogio, te chamo de princesa
Mordo os lábio só pra ter certeza
Ai não resistiu, né? Vem aqui gostosa!

Ana Carolina não era pário pra mim não
Esse é o funk da biscate caminhão
Marlene Mattos não é pário pra mim não
Esse é o funk da biscate caminhão



Lyrics submitted by annazoff

Funk da Biscate caminhão song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain