Sombras de névoa
Queimam-me a pele
Ebulem bolhas
Queimam-me a alma
Fito o crepúsculo
Pela última vez
O frio que transporto
Gela-me e Corta

Impelindo o sol abruptamente para a morte

Empurro o sol para a morte
Empurro o sol para a morte
Empurro o sol para a morte
Empurro o sol para a morte

Calam-se os ventos
E eu torno a passar
Eleva a tortura eternamente

Sonho então
Com o alvorecer
Por entre os claustros
De outros destinos

Empurro o sol para a morte
Empurro o sol para a morte
Empurro o sol para a morte
Empurro o sol para a morte


Lyrics submitted by Jindrak

O Frio song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain