Terra do fogo
No sul da Argentina
Oito da matina e um frio de rachar
Sai a patrulha para militar

Estendendo a roupa toda remendada
Usada pelos seus irmãos
Sonha com um tango
Dançado com as mãos

Conchita Morales
Viu los federales
E logo ali temeu
Pelas lindas formas que sua mãe lhe deu

Anda Conchita
Carita bonita
Vais ter de agradar
Ao senhor militar

Ela não sabia
Se era noite ou dia
Se ainda chovia
Quando acordou
No chão da caserna onde ele a deixou

Ela andou cansada
Rota e usada
Pela tropa que lhe traçou
Negro destino que ela abraçou

Anda Conchita
Carita bonita
A vida não espera
Tu foge daí

Em Buenos Aires
são seis de la tarde
Conchita anda a trabalhar
Tem outras bocas para sustentar

Conchita Morales
Viu los federales
Garbosos e não resistiu
Mandou todos à puta que os pariu

Anda Conchita
Carita bonita
Dá-me a tua mão
Viva a revolução


Lyrics submitted by keyzz

Conchita Morales song meanings
Add your thoughts

3 Comments

sort form View by:

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain