Canto à minha Idade, ó Ai,
Canto às côres que ainda são,
E ao amor que me dão
As manhãs deste mundo,
São,
Janelas para ver,
São ainda,
São
Vontades de ter
Um mundo sem armas
Na mão

Canto esta verdade, ó Ai,
Canto à luz do meu sol,
Sol do meu mundo inteiro
Que queria guardar, ó Ai,
Guardar para ti
Ter na mão e dar
Dar-te logo a ti
Mas há tantas armas aí...

- E eu, que força tenho?
- E tu que força tens?
- Temos a voz só, cantamos alto,
- A nossa voz só, canta bem alto

É agora, é a hora
É agora, é a hora

Cantai de madrugada
Até ao Sol raiar
Levai a vida boa
Cantai sempre cantai
E a cada pessoa
Cantai esta canção
Lembrai ao Mundo inteiro
A sua condição

E assim cantai também
Como eu sempre cantei
Cantai o Amor do Mundo
E tudo o que está bem
Cantai a viva voz
Pela terra inteira
E assim se ensina a Paz
Da melhor maneira



Lyrics submitted by Ad_Infinitum

Agora - Canção Aos Novos song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain