Carlos Tê / Rui Veloso

De segunda a sexta feira
O méno trabalhava na obra
Mas quando subia ao palco
Tinha genica de sobra
Ao pegar no microfone
Às vezes davam-lhe umas ginadas
Até parecia um rolling stone
Naquelas levis tão coçadas

A gente vai na digressão
Para tocar em qualquer lado
Recinto aberto ou fechado
No salão dos voluntários
Ano novo ou são joão
A gente vai na digressão

Lembro as moças roliças
Como nos enchiam a vista
Filando o palco atiradiças
Dando-nos dimensão de artistas
Vinham à nossa presença
Quando o baile chegava ao fim
Um sorriso simples uma recompensa
E um cheiro a lavanda com laca
Enchendo o camarim
Na digressão

O méno tinha sempre sorte
E nem sequer era bonito
Talvez por ser o cantor
Estava mais perto do mito
E nestas coisas do amor
Tem de haver sempre um favorito
Na digressão


Lyrics submitted by wwb

A gente vai na digressão song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain