Carlos Tê / Rui Veloso

O méno tinha um ar tranquilo
E a calma dum falsário
Tocava suavemente e com estilo
Para enervar o adversário

Ele tinha já algo de artista
Naquele seu jeito de pluma
A sábia pose dum mestre bilharista
Que nem o próprio tempo esfuma

Ele uma vez deu cento e dez
Ele era o mago dos massés
Tabela seca três tabelas Para ele não havia vielas
Ele tinha um pacto com elas

Ele tinha um ar tranquilo
E a ciência das tabelas
Tinha a luz a classe e o estilo
Que há na poeira das estrelas

Tinha já algo de artista
Só pelo modo de andar
Podia até ser um vocalista
Nem precisava de cantar

Refrão


Lyrics submitted by wwb

Mago do Bilhar song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain