Foi sem querer que eu pensei ser
capaz de atravessar o céu em frases
que soubessem tudo sobre mim.
Juro, eu tentei não revolver os olhos
e curar-me do vício de querer bem
mais do que posso ver quando eu sei
que é muito mais do que querer ter.

E é tão ruim pensar
que não há nada que eu possa fazer
e nada que me afaste de ser assim
e querer provar tudo
e ter respostas a todas as perguntas.
E porque não?
A vida me tem sido tão
complacente, que jamais me negaria
uma vez mais, só pra ter em mãos
e dizer adeus, e eu pensaria uma
vez mais, ter o poder de enganar
quem me faz casa e alimenta,
me abraça e orienta...
Será que eu nunca vou mudar?

Me parece tão regular voltar para
jantar todos os dias, mesmo que eu
sinta a mesa se equilibrar entre os
postes nos fios de alta tensão.
E porque não?
É só fingir que estamos firmes no
chão e nada vai acontecer...
E nada vai deixar de ser como
sempre foi e eu vou olhar pra baixo
e te ver passar
e te dizer uma vez mais:

"Uhuu, você não gostaria de subir
pra tomar uma xícara de chá
e falar dessas vidas
tão usuais quanto as nossas?"

Na teoria funciona...


Lyrics submitted by offsFX

Antítese song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain