Eu faria tudo outra vez
se soubesse que ouviria
o eco responder a tudo aquilo que,
por noites em claro busquei no radar
mas as antenas não traziam nada.

Então fiz da estática o mar em que,
com cinzas nos pulmões,
afoguei as mágoas por não escutar
nas conchas as ondas e acabei me
enforcando em freqüências sem sinal.

Terminar seria o fim se não fosse
uma variável nos beijos de quem
transmite em línguas que eu não sei.
E eu não tenho a tecla SAP
para poder ler entre as linhas
quando o sal distorce a visão e entre
bolhas tento soltar meus pés e as algas
querem dançar só mais uma valsa.

"Somos um casal rodando
entre as águas-vivas."

Laocoonte não conseguiu conectar
seu computador e serpentes do mar
não lhe deixaram gravar seus avisos
pois as caixas postais estão lotadas.
Ninguém dá ouvidos a Cassandra,
pois Helena,
todos contemplam teu sorriso.

E eu já não ouço a banda tocar,
em teus braços me deixo levar e meus
dedos desenham círculos na areia

E há quem diga,
que nem o mais profundo mar
conseguiu limpar o brilho nos olhos
e o sorriso tão ímpar
desta Mona Lisa.


Lyrics submitted by offsFX

A Valsa de Águas-Vivas song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain