foi-se o tempo
em que ter o que dizer
serviu pra alguma coisa e encontrei
sentido em manter passos
que nada de novo oferecem
ou esperanças de que
tudo isso irá ter fim.

Porque "hoje é mais um dia
como outro dia qualquer"
e meus olhos não acham
sentido algum quando a luz se apaga
e já nao vejo as placas.

Me diz pra onde eu vou
quando a voz se cala
só me restam magoas.
Me diz quem é que eu sou
quando a um mar de nada
entrego minhas forças
e desisto de entender.

De que vale olhar tando o espelho
se ninguém vai te procurar?
De que vale guardar tanto segredo
se ninguém se interessa
por tudo o que você
pensa ter de melhor nessa vida?

É só mais um dia comum
em que o céu desaba
estrelas de lata ferem nossas mãos.
É so outra ambição
a ser cultivada e depois destroçada.
É só outra ilusão.
Me diz pra que então
pensar não ser água e tentar inflamar
nossos corpos em vão.
Me diz qual a razão de cultivar
a estrada quando sei que nada
nasce de nossas mãos.
É inocência então
crer sobreviver ao dia comum
quando na verdade ele é quem
manda em nossa vida e nos dá
o gosto da partida mesmo sem
nunca termos saído daqui.

É só um dia então
como outro dia qualquer,
em que você não é ninguém
especial pra ninguém.


Lyrics submitted by offsFX

Um dia comum song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain