"Fica" as written by and Francisco Eduardo/de Alvarenga Amaral....
Se você vai trabalhar
E me deixar, que pena
Eu corro risco tão sozinho
Nessa ogiva azul imensa

Suas pernas andam no centro
Sobem as escadas, curvam-se em torno
Das volutas que moram dentro
Do meu pensamento morno

Então, diz e diz que fica
Longe ou perto, toda pra mim
Então, diz, desmistifica
A história de que a vida é ruim

Pode parecer mentira
Pode parecer que não
Eu te tenho bem na mira
Mas você me tem na mão

Vadio, sim
Na tarde vã, suspensa
Sei que você nem pensa
Em não sumir assim

Você diz pra eu não ligar
Mas não sei como ficarei imune
Imagino você nesse mar
De carros, coisas e cardumes

Então, diz e diz que fica
Longe ou perto, toda pra mim
Então, diz, desmistifica
A história de que a vida é ruim

Pode parecer mentira
Pode parecer que não
Eu te tenho bem na mira
Mas você me tem na mão

Se você vai trabalhar
E me deixar, que pena!
Eu corro risco tão sozinho
Nessa ogiva azul imensa

Suas pernas andam no centro
Sobem as escadas, curvam-se em torno
Das volutas que moram dentro
Do meu pensamento morno

Então, diz e diz que fica
Longe ou perto, toda pra mim
Então, diz, desmistifica
A história de que a vida é ruim

Pode parecer mentira
Pode parecer que não
Eu te tenho bem na mira
Mas você me tem na mão


Lyrics submitted by Shoot_Me

"Fica" as written by Francisco Eduardo Fa Amaral Samuel Rosa De Alvarenga

Lyrics © EMI Music Publishing, Sony/ATV Music Publishing LLC

Lyrics powered by LyricFind

Fica song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain