"Sincero Breu" as written by and Pedro Luis Teixeira De/vianna Oliveira....
Dia sem graça
Sincero breu
Vira, disfarça
Lá venho eu
Pisando em faca
Virado em rei
Diz com que cara
Eu levantei

Cadê a tampa da pasta de dentes?
Minhas chaves aonde eu deixei?
O espelho me olha impaciente
Eu ia me encontrar e me atrasei
O sol me aparece de repente
Sem eu perceber, amanheceu
Traz a conta, chama o gerente
Diz que esse outro aqui sou eu

De madrugada
Fila pro céu
Se ficar em casa
Não vejo Deus
Síria, Croácia
Mundo judeu
Perdi o mapa
Sincero breu

Cadê a foto daquela malvada?
Nessa casa eu já não piso mais
Essa janela já tava quebrada
Meus acessos temperamentais
Cadê a tampa da pasta de dente
Sem eu perceber, anoiteceu
O sol me aparece de repente
Diz que este outro ali sou eu


Lyrics submitted by Shoot_Me

Sincero Breu song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain