"O Caminho Pisado" as written by and Herbert Vianna....
Da cama pro banho, do banho prá sala
O sono persiste, o sol já não tarda
A vida insiste em servir um velho ritual
Que sempre serve a tantos outros
O mesmo pão servido aos poucos
Se senta e abre o jornal
Tudo parece normal
Um dia a menos, um crime a mais
No fundo no fundo no fundo tanto faz
Já é hora de servir o velho paletó surrado
E caminhar sobre o caminho pisado
Que conduz rumo à batalha que
inicia a cada dia
Conseguir um lugar p'rá sentar e
sonhar no lotação
E é tudo igual, igual, igual...

No fim dos dias úteis há os dias inúteis
Que não bastam p'rá lembrar ou
p'rá esquecer de quem se é
O ar pesado nesse bairro pesado em
plena barra pesada
A mão pesada vem oferecer
E conta os trocados contando vantagem
E toma uma bola, começa a viagem
E enquanto não chega a velha hora
Que inicia a cada dia
Em várias partes da cidade, por
lazer ou rebeldia
A mão pesada se abrirá
Oferecendo a garantia barata de
que tudo vai mudar
E é tudo igual, igual, igual...


Lyrics submitted by Shoot_Me

"O Caminho Pisado" as written by Herbert Vianna

Lyrics © EMI Music Publishing

Lyrics powered by LyricFind

O Caminho Pisado song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain