Uma solidão que corre dentro
O medo de ser o que não sou
Um grito de criança nascida
Ondas de intermináveis sequências

Cada onda é uma fase vivida
Recordações de coisas más
Situações desagradáveis
Situações já sentidas

No começo era uma sensação
Depois o corpo se duplica
Como os ponteiros de um relógio
Um giro até encontrar o outro
Agora não existe mais corpo
Agora não existe mais nada
Somente a dor, vontade de viver
Somente a solidão
Somente a saudade


Lyrics submitted by Shoot_Me

Como Os Ponteiros De Um Relógio song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain