Catequeses do medo
num buraco negro
no fim do terceiro mundo.
Um sorriso assustado.
Uma mãe desesperada.
Um pai mal pago, operário e mudo.

Reuniões oficiais escurecendo
outras salas
onde a tortura faz filho
na pele de um jovem afro-brasileiro
Na pele de um jovem fudido e sem dinheiro.
Por isso...

Podem falar o que for
que eu sei que não sou culpado.
Podem falar o que for
que eu sei que não sou, sei que não sou...

A fome é, um esperma
por entre as pernas
da violência
E o egoismo que excitou
as diferenças em que merece
um aborto imediato.

Um apartheid econômico
contamina, machuca
e não nos deixa gritar
quando o carro preto passa
quando o carro preto passa
Por isso...

Podem falar o que for
que eu sei que não sou culpado.
Podem falar o que for
que eu sei que não sou, sei que não sou...


Lyrics submitted by Shoot_Me

Catequeses Do Medo song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain