"O Prato Do Dia" as written by and Joao Daniel Ulhoa....
Não é tão ruim assim
Não é de todo mau
Quando me corto sem querer
É bom pra me lembrar
Que todo esses sangue
Que vejo por aí
Está por aqui também
Está por aqui também

Moço, hoje eu vou querer
A comida mais estranha
A que menos se pareça comigo
Tô me sentindo meio janta hoje
Tô me sentindo meio arroz com feijão

Quem vamos ter pra hoje?
Quem vai ser? quem?
Quem vamos ter pra hoje?
Quem vai ser? quem, o prato do dia?

Não gosto mais de ler jornal
Pensei: é melhor pra mim
Fazer as contas do que vi
E nem quero me lembrar
Que todo esse sangue
Que vejo por aí
Está por aqui também
Está por aqui também

Moço, hoje eu vou querer
A comida mais estranha
A que menos se pareça comigo
Tô me sentindo meio janta hoje
Tô me sentindo meio arroz com feijão

Quem vamos ter pra hoje?
Quem vai ser? quem?
Quem vamos ter pra hoje?
Quem vai ser? quem, o prato do dia?


Lyrics submitted by Shoot_Me

"O Prato Do Dia" as written by Joao Daniel Ulhoa

Lyrics © Universal Music Publishing Group

Lyrics powered by LyricFind

O Prato Do Dia song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain