Corte na vala moleque doido rasgando feito uma bala o toco podre
roda o leque e se dormir lá dentro o sono some
é no barril que a gente esquece do nome
que o couro come e o pau rela no chão que rala
pra entrar você não é tão forte quanto pensa
a reza é braba iemanjá foi quem mandou a bença
para te lavar chegou a sua vez de ir pro fundo
pegue ar e se prepare pra acordar em outro mundo
Wipe Out eu não consigo varar. Wipe Out é a máquina de lavar.
Wipe Out eu te falei que a bancada aqui é rasa.
Wipe Out eu não consigo varar. Wipe Out a betoneira do mar.
Wipe Out bate uma foto, que eu preciso de uma foto
se eu fosse você botava pra baixo ia lascar o peito no deck da frente
cortava mostrando os dentes com o pé na cabeça braço nas costas
eu te falei que eu só deixo ficar aqui gente que gosta
a diversão é o principal, a seleção é natural
pra ficar com a mente limpa uma lavada com água e sal
pensa logo, corre logo e vare antes que ela cresça
me mandaram jogar uma série na cabeça
Wipe Out eu não consigo varar. Wipe Out é a máquina de lavar.
Wipe Out eu te falei que a bancada aqui é rasa.
Wipe Out eu não consigo varar. Wipe Out a betoneira do mar.
Wipe Out bate uma foto, que eu preciso de uma foto


Lyrics submitted by Shoot_Me

Wipe Out song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain