Levanta véio a idéia fede mas essa suja as bordas, culpa do Fred não lembrar quando acorda.
Tava num show maneiro tocando num som fuleiro. Parece tora tora só que uma versão só com viola.
Bem na metade do show tinha uma explosão queimou a cidade no pipoco do trovão
Foi quando veio dona coisinha com uma renca de filha pedindo autógrafo pra toda a família
E quis ficar no meio com assinatura bem no bico do seio, ficou na minha, puxou a seda,
A véia vem com recheio de qualidade, planta do maranhão da majestade
Fiz um toco grande e frouxo pra ficar com olho roxo, queimar meu dedo no fim
Ela veio trazendo o peso e eu com medo de ser preso pintar meu dedo no fim
Quando a casa cai, não tem parede pra armar minha rede vieram os home já gritando meu nome, baixando o pau nas visita.
Eu fiquei puto porque em moça bonita não se bate então virei lobisomem e era lua cheia.
Cachorro magro foi comendo na peia deixou deitado mas de vinte soldado
E a véia agradecida quis dar um beijo de despedida e ele acordou em cima da hora que a véia tava em cima de mim
Fiz um toco grande e frouxo pra ficar de olho roxo queimar meu dedo no fim
O cheiro invade a sala do doutor ela veio trazendo o peso e eu com medo de ser preso pintar meu dedo no fim
Se não faz mal alivia a dor.


Lyrics submitted by Shoot_Me

O Tôco song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain