Ia pra praia sempre sem chinelo e tinha o peito do pé amarelo
A sola era grossa feito um pneu. Corria sempre muito mais que eu.
Andar na pedra, muleke, em cima da pedra
O novo som vem da lapada do povo falando merda
Porque a planta do pé doi mais quando pisa nas pontudas
Escolho as mais redonda que chama pedra buchuda
Caminha pela trilha que leva por outra trilha e lá você vai ver a queda d'água e que senhora queda
Lhe peça pra limpar o mal que a tanto tempo assola terra pra saber só quem erra que sangra o pé na subida da serra
Carcaça grossa deixa a marca no chão andar na pedra que cê seca o pé
Andar na pedra nêga. Carcaça grossa deixa a marca no chão. Andar na pedra que você seca o pé.
Andar na pedra nêga segura a onda, menina, levanta a saia. Eu fico louco ela me enrola e me ensina o rumo da praia
É que o pintor falou que o lado do quadro não tá pra cima. Conserta que isso é mal da parede que contamina
Mas feio do que chinela havaiana a farda de cana é brega. O mato vai crescer na samanda que ali não pega.
Rumando a rocha eu sigo a dobra e deixo a onda vir como ela vier.
Água me leva e é nisso que eu ponho fé. Carcaça grossa deixa a marca no chão. Andar na pedra que cê seca o pé.
Andar na pedra nêga, carcaça grossa deixa a marca no chão. Andar na pedra que cê seca o pé.
Andar na pedra nêga, carcaça grossa deixa a marca no chão. Andar na pedra que cê seca o pé.
Andar na pedra nêga, carcaça grossa deixa a marca no chão.


Lyrics submitted by Shoot_Me

Andar Na Pedra song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain