"Marujo" as written by and Martim Lutero Batista/abrantes Reis....
(Raimundos, Martin Luthero)
Vou contar uma história para o povo brasileiro
E também pros companheiros que vivem em auto mar
O marujo sai de casa e deixa a família chorando
Os filhos vão se criando sem pegar amor ao pai
Aprende a mexer no leme e as batatas descascar
Ele tem um headphone onde só toca ska
Maria não sai de casa pra não dar o que falar
É por isso que o marujo nunca deve se casar
Meu bem, meu bem
É por isso que o marujo nunca deve se casar
Vou contar uma estória para o povo sertanejo
É sobre um maconheiro que nasceu no Ceará
Ele veio pra Brasília e comeu uma mulher
Logo que teve uma filha chamou de Maria José
Mas o tempo foi passando e ele teve que se alistar
Escolheu logo a marinha pois nunca tinha visto o mar
Sua mulher desesperada não parava de rezar
É porque o Zé Pereira não sabia nem nadar
Meu bem, meu bem
E o resto da estória não precisa nem falar
Meu bem, meu bem
Maconheiro nordestino que queria encaretar
Meu bem meu bem
E é por isso que o Raimundos nunca vai se acabar



Lyrics submitted by Shoot_Me

"Marujo" as written by Frederico Mello De Castro Frederico Castro

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

Marujo song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain