"Puteiro Em João Pessoa" as written by and Frederico Mello De/digao Castro....
A vida me presenteou com dois primos já marmanjos
Um, muito justo, era o Augusto
O safado era o Berssange
Numa tarde ensolarada toda aquela cirançada tomando refrigerante...
Com a família embebedada foi mais fácil armar uma bimbada
Prum recém adolescente
Pois foi Berssange, primo velho e cancrado, que com muito do cuidado
Chegou pra Augustinho e disse:
"tu visse?
Dudu já tá alucinado, já é meio caminho andado
Pra rolinha comer alpiste
E pro rapaz não ficar triste vamo onde as nêga são ativa
Não há em toda João Pessoa lugar melhor que o rada viva"
E foi pra lá que nóis rumamos quase nos desenfreamos
Nóis num tinha nenhum plano e os cabra foram saindo
E eu atrás ia gritando:
"onde é que cês tão me levando
Voltar e buscar mainha ela ficou no bar sozinha"
"Ó menino abobado deixe mainha pra painho
Venha comigo e Augustinho
Tu vai ser inaugurado
Pois tu sabe, na família, nunca teve afrescalhado.
Quando cehgar no Roda Viva tu vai ser homenageado"
Quando eu cheguei no recinto o forró já tava bravo
Bando de nêgo suado dançando com as rapariga
E o forró comia solto e veio um véio com os óio torto
De tanto beber cachaça e disse:
"Essa menina é massa, vai te deixar arretado"
Meu primo me olhou de lado e disse; "coitado"
Era uma quenga fedorenta, daquelas da mais nojenta
Mas se você não aguenta você a leva para o quarto
Ela pegou no meu pau pôs na boca e depois ficou de quatro...
Foi num puteiro em João Pessoa,
Eu descobri que a vida é boa
Foi a minha primeira vez...



Lyrics submitted by Shoot_Me

"Puteiro Em João Pessoa" as written by / Canisso,, Digao,, Frederico Castro Rodolfo

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

Puteiro Em João Pessoa song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain