"Herbocinética" as written by and Rodolfo Leite Goncalves De Abrantes....
Falar da vida alheia mas que coisa feia
Smepre que tu me aperreia da vontade de te cancrar
Quer se entregar entao se entregue
Me ilumine mas não me cegue
Em inglês ovo é egg, besteira pra que mudar
E estudar pra ser doutor, e se não for vou ser ladrão
E se for vou cantor pra encantar as multidão
Certa vez disse véia tonha, doido só cresce quem sonha

Então acenda essa maconha pra eu ficar doido doidão
Vamo logo essa é a hora eu to sofrendo com a demora
E não vim aqui pra brincar
Mais um segundo a gente estora aumentando a pressão la fora
Hoje somos os doido de agora
É uma questão fumófita, ramo querido da herbocinética
Vou trabalhar pro eleitor me eleger rei da nação
E se não for vou ser ator, trabalhar na televisão

Pois são nos filmes de amor que eu vejo as cenas de ação
E lá seus gritos de horror são
Pra eu ficar doido doidão
Vamo logo essa é a hora eu to sofrendo com a demora
E não vim aqui pra brincar
Mais um segundo a gente estora aumentando a pressão la fora
Hoje somos os doido de agora
É uma questão fumófita, ramo querido da herbocinética


Lyrics submitted by Shoot_Me

"Herbocinética" as written by Rodolfo Leite Goncalves De Abrantes Rodolfo Abrantes

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

Herbocinética song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain