Um, dois caiu a máscara
Eu pego o microfone, é compulsivo
Eu não consigo mais parar
Nem que o tempo passe
Nem que arrume outro disfarce
A tua face eu já conheço
E é difícil de encarar
Olho por olho, ação e reação
Quem me libertou do ferrolho
Já deu tua condenação
Tudo que você faz
É obra de quem não tem paz
E hoje, finalmente, na minha mente
Você não respira mais
Parasita, como o que vive na barriga
Forma de vida mais antiga
De conta liga
Atitude prostituta
Cria intriga
Como a voz que manipula
De forma oculta
Uma vez detectado
A casa cai
Da fita já foi cortado por El Shadai
Nunca subestime o homem
Ele conhece o nome
Ele entrou pela porta da frente
E tu pela dos fundos sai
Quem te roubou a mente
Quem que engana a gente
Não tem perdão, não
Quem te deixou dormente
Cansado, inconsciente
Não tem perdão, não

Ter olhos abertos é malandragem
Quem enxerga em terra de cegos
Está em vantagem
Pronto pra destruição do seu sistema
Forte é o impulso que livrou
Meu pulso da algema
levante a marcha
Se ponha em posição de ataque
Pois bebida na faixa
Nunca tirou ninguém daqui
Mais de uma coisa eu sei
Foi o homem quem criou a lei
Que eu conheço e não sigo
Hoje eu só sirvo ao meu rei

Quem te roubou a mente
Quem que engana a gente
Não tem perdão, não
Quem te deixou dormente
Cansado, inconsciente
Não tem perdão, não


Lyrics submitted by Shoot_Me

Olhos Abertos song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain