"Aquela Paz" as written by and Alexandre Magno Abrao....
A vida é feita de atitudes nem sempre decentes
Não lhe julgam pela razão, mas pelos seus antecedentes
É quando eu volto a me lembrar do que eu pensava nem ter feito
Vem, me traz aquela paz
Você procura a perfeição, eu tenho andado sobre efeito
Mas posso te dizer que já não aguento mais
Desencana, não vou mudar por sua causa, não tem jeito
Quem é que decide o que é melhor pra minha vida agora?

Ouvi dizer que só era triste quem queria
Ouvi dizer que só era triste quem queria
Ouvi dizer que só era triste quem queria
Ouvi dizer que só era triste quem queria

Lidei com coisas que eu jamais entenderei
Ah! Se eu pudesse estar em paz
Me livrar do pesadelo de vê-lo nesse estado, e não poder ajudá-lo não
Triste é não poder mudar, porque estais tão revoltado irmão?

Ouvi dizer que só era triste quem queria
Ouvi dizer que só era triste quem queria
Ouvi dizer que só era triste quem queria
Ouvi dizer que só era triste quem queria

Ouvi dizer que só era triste quem queria
Ouvi dizer que só era triste quem queria
Ouvi dizer que só era triste quem queria
Ouvi dizer que só era triste quem queria

A vida é feita de atitudes nem sempre decentes
Não lhe julgam pela razão, mas pelos seus antecedentes
Cuidado com os seus passos


Lyrics submitted by MetalKronic

"Aquela Paz" as written by Thiago Castanho Alexandre Magno Abrao

Lyrics © EDICOES MUSICAIS TAPAJOS LTDA

Lyrics powered by LyricFind

Aquela Paz song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain