Skate, Hip Hop, Rock, quem diria
É a irmandade de rua virando diretoria
Um calibre de idéias, na voz adrenalina
PMC, Charlie Brown, puxe o gatilho da rima

Pensando em melhores dias pra minha vida
Eu me afastei de encrenca
Mas se liga maluco, aqui não tem comédia
Se pagar pra ver o bicho pega na cara
Se ficar na reta,
Não cabe à nós

12 + 1, três vezes oitenta, eu estouro a sua cara
Se embaçar, dou-lhe um, dou-lhe dois, quanto for
12 + 1, três vezes oitenta, eu estouro a sua cara
Se embaçar dou-lhe um, não cabe à nós

Ele sempre quis ser um cara basoo
Ter todas as mulheres, rodar pelo mundo
Ter sorte no jogo, ser bem informado
Saúde, bom gosto, ter carro blindado

Dias e noites pensando na vida
Estou sem sono essa noite, boa noite querida
Ainda me olho no espelho
Não me vejo cansado
Eu descanso dormindo
Eu só sonho acordado

Te dou idéia, não entende, finge não tá vendo
Vem me aloprando, me alugando que tá no veneno
Deixe o bicho pegar, deixe o couro comer
Quando a casa cair, vai cair com você
O cenário é ideal pra quem tá na rotina
É foda, se livra dessa tua sina
Mas não coloca ninguém na tua lista de culpa
Macaco veio e esperto não mete a mão na cumbuca
Aí, mané, o zé, qualé que é? Se agiliza compadre
Então sai do meu pé
O seu diploma de traíra já tá na mão
O seu diploma de defunto tá na boca do canhão
Aí compadre, chega de treta
Se vacilar vai arrumar pra sua cabeça
Tem uma rapa de nego que tá na sua cola
Sai voado, vai, não demora
Segue o rumo vai buscar a sua liberdade
É só lembrar daquele homem Que falava a verdade
(mas te dominou...)

(Ela pára, enquadra, é a viatura)


Lyrics submitted by MetalKronic

12+1 song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain