"Rock Das Aranha" as written by and Raul Santos/azeredo Seixas....
Subi no muro do quintal
E vi uma transa que não é normal
E ninguém (guem,guem,guem) vai acreditar
Eu vi duas mulheres
Botando aranha prá brigar

Duas aranhas, duas aranhas
Duas aranhas, duas aranhas
Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha

Meu corpo todo se tremeu
E nem a cobra entendeu
Como é que pode duas aranhas se esfregando
Eu tô sabendo, alguma coisa tá faltando

A minha cobra, cobra criada
A minha cobra, cobra criada
Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra quer comer sua aranha

Deve ter uma boa explicação
O que é que essas aranhas tão fazendo ali no chão
Uma em cima, a outra embaixo
E a cobra perguntando onde é que eu me encaixo?

A minha cobra, cobra criada
A minha cobra, cobra criada
Vem cá mulher deixa de manha
Minha cobra qué comer sua aranha

Soltei a cobra e ela foi direto
Foi pro meio das aranhas
Prá mostrar como é que é certo
Cobra com aranha é que dá pé
Aranha com aranha sempre deu em jacaré

É minha cobra, cobra com aranha
É minha cobra, com as aranhas
Vem cá mulher dexa de manha
Minha cobra qué comer sua aranha


Lyrics submitted by Júlio Ramale

"Rock das Aranha" as written by Raul Seixas Claudio Roberto Andrade De Azeredo

Lyrics © Warner/Chappell Music, Inc.

Lyrics powered by LyricFind

Rock Das Aranha song meanings
Add your thoughts

1 Comment

sort form View by:
  • 0
    General CommentThis is really funny in Portuguese. He's singing about two lesbians, whose spiders (aranha, in Portuguese) are playing together, but his snake (cobra) wants to play, and he can't understand why they won't let him.
    Venha Futuroon November 19, 2006   Link

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain