Lembras-me uma marcha de Lisboa
Num desfile singular.
Quem disse
Que há hora e momento para se amar ?

Lembras-me uma enchente de mare,
Com uma calma matinal.
Quem foi, quem disse
Que o mar dos olhos tb sabe a sal.

As memórias são como livros escondidos no pó,
As lembranças são os sorrisos que queremos rever devagar.

Queria viver tudo numa noite
Sem perder a procurar
O tempo ou espaco
Que é indiferente pra poder sonhar.

As memórias são como livros escondidos no pó,
As lembranças são os sorrisos que queremos rever devagar.

Quem foi que provocou vontades e atiçou as tempestades e Amarrou o barco ao cais ?
Quem foi que matou o desejo e arrancou um lábio ao beijo e amainou os vendavais ?

As memórias são como livros escondidos no pó,
As lembranças são os sorrisos que queremos rever devagar.


Lyrics submitted by z0mbi3

Memórias De Um Beijo song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain