não há chão para pisar, não me lembro deste lugar. aqui onde hoje passam os ônibus minha avó pisava ao mar e é por isso que estou aqui e com força me seguro em ti pois não sei de onde venho. talvez possa até ser bom mas queria tanto ver a história que o asfalto tapou. esta fumaça que não existia agora me impede de te olhar e o progresso que suja o horizonte me tornou tão intolerante. mais uma geração se perdeu, isso não pode ter sido sem querer e vimos o prédio crescer. e parados a ilha afundou. só soubemos nos matar. as ilhas na ilha. ria de mim pois sou o medo de você mesmo .


Lyrics submitted by Xpretox

Reprogresso song meanings
Add your thoughts

No Comments

sort form View by:
  • No Comments

Add your thoughts

Log in now to tell us what you think this song means.

Don’t have an account? Create an account with SongMeanings to post comments, submit lyrics, and more. It’s super easy, we promise!

Back to top
explain